HarmonQuest: uma série sobre celebridades tentando jogar RPG

Imagine uma série que é a mistura de Caverna do Dragão com Whose Line is It Anyway, em que a história é construida de forma improvisada em tempo real por comediantes em uma mesa de RPG. Esta é HarmonQuest, criada e apresentada por Dan Harmon (criador e produtor de Community e co-criador da ultra-hypada Rick and Morty), em parceria com Spencer Crittenden, que faz o papel de Dungeon Master.

O trailer da primeira temporada faz uma boa explicação de como tudo funciona:

 

 

Os episódios tem duração de 25 minutos e a estrutura é sempre a mesma, com 4 participantes fixos (Dan Harmon, Erin McGathy, Jeff B. Davis e Spencer Crittenden) e 1 novo convidado por episódio. As cenas se alternam entre a mesa de RPG, gravada em frente a uma audiência ao vivo nos estúdios de Holywood, e a animação do desenrolar da aventura, produzida pela Starburns Industries.

 

harmonquest animacaoAs animações de HarmonQuest são produzidas pelo mesmo estúdo de Rick and Morty

 

A aventura se desenvolve então de forma contínua, seguindo a narrativa principal dos personagens que estão em uma missão de recuperar três runas mágicas de um grupo de cultistas que pretendem usá-las para ressucitar a grande Mantícora. Não sabemos muito bem o que isso quer dizer, mas parece grave.

 

harmonquest mesa de RPGMesmo sem muita ideia do que estão fazendo, os participantes se divertem

 

Harmonquest já possui duas temporadas e contou com convidados famosos como Aubrey Plaza (interpretando uma gnomo alquimista chamada Hawaiian Coffee), Gillian Jacobs (interpretando um Goblin ladino chamado Chip), e Elizabeth Olsen (uma incendiária metade humana, metade elfa).

Apesar da série ter estreiado julho de 2016, ainda é relativamente desconhecida, principalmente por ser transmitida apenas pelo serviço de stream VRV (ainda indisponível para o Brasil).

O ponto alto de HarmonQuest é assistir as celebridades tentando jogar RPG e descobrindo como tudo funciona durante a partida, o que desencadeira situações totalmente imprevisíveis para o Mestre, que tenta adaptar a aventura às trapalhadas dos jogadores. Eu realmente não lembro a última vez que ri tanto vendo algo.

 

 

Para quem joga (ou jogava) RPG, a série será um entretenimento fantástico e com certeza vai te fazer lembrar de situações memoráveis que você viveu com seu grupo. E se você nunca jogou, não tem problema. Afinal, você com certeza irá empatizar com a celebridade convidada, que também não tem a menor ideia do que está fazendo.

Como diria Dan Harmon: leeeeet’s queeeeeest!

Marcos Malagris

Publicitário, professor de marketing digital e graduando em Psicologia, gasta seu escasso tempo livre navegando na Interwebz, consumindo nerdices e contemplando a efemeridade da existência. Me siga no Twitter ou no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *